Fomos dar um passeio a bordo do Bote Fragata Baía do Seixal
A NiS fez a Rota Barcos do Tejo e conheceu alguns detalhes da história do Moinho de Maré de Corroios.

Durante muitos anos serviram as duas margens do Tejo, navegando ora rio acima ora rio abaixo para transportar, principalmente, mercadorias. Hoje em dia, as embarcações tradicionais do Tejo são, por consecutiva preservação da Câmara Municipal do Seixal, o museu vivo capaz de (re)contar a história do concelho e das gentes do Seixal.

A NiS viveu essa experiência ao embarcar no Bote Fragata Baía do Seixal na passada quinta-feira, 14 de julho. Além do passeio pelas águas do Tejo, descobrimos toda a história do Moinho de Maré de Corroios. O passeio aconteceu num dia quente de verão. Os termómetros ultrapassavam claramente os 30 graus e a pouca aragem que corria sentia-se quente. Foram mais de duas horas de experiência que, desde já, recomendamos a todos, quer sejam seixalenses ou visitantes deste concelho.

Com a ajuda de dois membros da tripulação, todos os passageiros subiram a bordo. Já instalados nos seus lugares, a voz de Carla Ribeiro, técnica do Gabinete de Desenvolvimento Económico e de Turismo da Câmara Municipal do Seixal, começou a ouvir-se vinda de perto da proa do barco. Esta figura faria assim, de forma completamente irrepreensível, o acompanhamento de toda a experiência.

Leia o artigo completo.

03/08/2022 às 09:30

Jornalista

Beatriz Ramos

Imagem

Inês Lourenço

Editor

Joana Mouta