Cascavel: o novo gastrobar de Santos onde se vive o exotismo dos anos 80
Por lá pode fazer o pré-noite ou o after work. Ou mesmo ficar para jantar. Conte com cocktails irreverentes.

“Antes de existir o conceito de foodie, eu já era um”, deixa claro Tomás Coelho, um dos proprietários do novo bar de Lisboa. Quando era miúdo pedia aos pais como prenda de aniversário para ir conhecer um novo restaurante e sempre adorou provar todos os tipos de comida. Por isso ninguém estranhou quando, em conjunto com o amigo de longa data Carlos Aragão, decidiram pegar num edifício abandonado em Santos e transformá-lo num gastrobar.

O Cascavel abriu oficialmente no início de março após uma breve experiência no verão passado. Os sócios ainda demoraram algum tempo a encontrar o local ideal para dar vida ao conceito que tinham imaginado. Mas assim que viram que o pequeno armazém do restaurante Tachadas estava disponível, não se demoraram a decidir. Era ali que podiam fazer nascer o projeto que tinham já imaginado há vários anos.

“Conhecemos a rua e conhecemos a mudança das artérias do centro lisboeta. Queríamos criar uma oferta nova, mas que mantivesse os valores da capital e que fosse um espaço autêntico com pouca intervenção e uma oferta nova na cidade. E encontrámos”, explica Tomás Coelho, de 34 anos, à NiT.

Leia o artigo completo.

01/04/2024 às 16:34

Produtor

Rita Umbelino

Multimédia

Laura Lourenço

Pós-produção vídeo

Joana Mouta